57º JASC, contagem regressiva: faltam 23 dias! O destaque hoje é o Futsal
11/10/2017 - 8h37 em JASC

 

 

O futebol de salão começou a ser praticado regularmente em Santa Catarina em 1956, numa quadra no quartel da Polícia Militar, em Florianópolis, com a participação de oficiais, soldados e convidados. Segundo o jornalista e pesquisador Maury Borges, outra iniciativa pioneira se deu com duas equipes formadas nas lojas Eletrotécnicas, dos irmãos Nelito e Nelinho Pereira, também na Capital.

 

A modalidade obteve repercussão e logo foi incluída no portfólio da FAC (Federação Atlética Catarinense), que passou a organizar competições entre os principais clubes de Florianópolis, Paula Ramos, Clube Doze, Bocaiúva, Caravanas do Ar, Clube dos Oficiais da PM.

 

Quando da criação dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em Brusque, o futebol de salão não foi incluído entre as modalidades da competição. Na visão dos organizadores, era um esporte ainda muito novo e que não tinha o mesmo apelo de modalidades como basquete e vôlei. "O hoje chamado futsal, na época, era marginalizado", afirma o ex-presidente da FAC e da Federação Catarinense de Futebol de Salão, Ody Varela. "Era considerado o lixo do futebol".

 

Quando, em 1961, Florianópolis sediou os JASC, os dirigentes da Capital fizeram questão de incluir o futebol de salão como nova modalidade. Isso porque a vitória era quase certa, já que havia bons times nos clubes da cidade, onde o esporte já estava organizado há mais tempo, ao contrário de outros municípios, com exceção de Joinville e Lages.

 

Naipe Feminino

 

O Futsal Feminino é um dos caçulas dos JASC, sendo uma das mais recentes modalidades inseridas na competição. O crescimento do esporte entre as mulheres começou para valer em 1993, com a realização dos campeonatos estaduais, que mostravam alta qualidade técnica. Mas, somente uma década depois, nos JASC de Blumenau em 2003, é que o naipe feminino estreou na competição. Assim como no masculino, Santa Catarina é uma importante força desse esporte em nível nacional também no feminino. Diversas atletas catarinenses têm sido convocadas para fazer parte da Seleção Brasileira.

 

Extraído do livro “JASC 50 anos, história de vencedores” de Marco Aurélio Gomes e Valmor Fritsche

 

 

Histórico:

 

MASCULINO

Joinville = 14 títulos;

Florianópolis, Jaraguá do Sul = 7;

Concórdia = 5 (atual campeão da Especial);

São Bento do Sul e Blumenau = 4 conquistas (1965, 1969 e 1990, 2014);

Joaçaba = 3

Tubarão, Chapecó, Lages, Itajaí = 2;

Capivari de Baixo, Ibirama, Porto União, Rio do Sul, São Miguel do Oeste, Xaxim (atual campeão da 1ª divisão) = 1.

TOTAL = 52 edições sendo 58 troféus (52 + 6 da Divisão Especial criada em 2010).

 

 

Campeões e vices por ano

1961 Fpolis - Joinville

1962 Lages - Joinville

1963 modalidade não realizada

1964 Porto União - Joinville

1965 Blumenau - Brusque

1966 Joinville - Lages

1967 Lages - Curitibanos

1968 Joinville - Mafra

1969 Blumenau - Tubarão

1970 Joinville - Concórdia

1971 Fpolis - Joinville

1972 Joinville - Concórdia

1973 Joinville - Itajaí

1974 Fpolis - Blumenau

1975 Fpolis - Joinville

1976 Tubarão - Blumenau

1977 Joinville - Tubarão

1978 Joinville - Concórdia

1979 Joaçaba - Blumenau

1980 Joinville - Criciúma

1981 Itajaí - Joaçaba

1982 Joaçaba - Fpolis

1983 edição cancelada

1984 Fpolis - Joaçaba

1985 Joaçaba - São Miguel do Oeste

1986 Concórdia - Itajaí

1987 Concórdia - Itajaí

1988 Joinville - Concórdia

1989 São Miguel do Oeste - Blumenau

1990 Blumenau - Concórdia

1991 Chapecó - Concórdia

1992 Concórdia - Rio do Sul

1993 Rio do Sul - Otacílio Costa

1994 Concórdia - São Bento do Sul

1995 Chapecó - Xaxim

1996 São Bento do Sul - Criciúma

1997 São Bento do Sul - Joaçaba

1998 São Bento do Sul - Fpolis

1999 Jaraguá do Sul - São Miguel do Oeste

2000 São Bento do Sul - Jaraguá do Sul

2001 Jaraguá do Sul - Curitibanos

2002 Jaraguá do Sul - Criciúma

2003 Jaraguá do Sul - Criciúma

2004 Fpolis - Jaraguá do Sul

2005 Joinville - Jaraguá do Sul

2006 Joinville - Jaraguá do Sul

2007 Jaraguá do Sul - Siderópolis

2008 edição cancelada

2009 Fpolis - Chapecó

2010 Capivari de Baixo - Blumenau

2011 Ibirama - Joinville

2012 Tubarão - Pinhalzinho

2013 Itajaí - Chapecó

2014 Blumenau - São Lourenço do Oeste

2015 Xaxim - Tubarão

 

Divisão Especial

2010 Jaraguá do Sul - Fpolis

2011 Jaraguá do Sul - Blumenau

2012 Joinville - Jaraguá do Sul

2013 Joinville - Jaraguá do Sul

2014 Joinville - Concórdia

2015 Concórdia - Jaraguá do Sul

 

Na foto a seguir o governador Raimundo Colombo como goleiro do time de futsal do Hélio Moritz, de Lages. 

 

 

FEMININO

 

Histórico:

Chapecó = 7 títulos;

Brusque (atual campeão da Especial) e Caçador = 2;

Itajaí, Jaraguá do Sul, Videira, São Ludgero, Criciúma, Balneário Camboriú (atual campeão da 1ª divisão) = 1;

TOTAL = 12 edições sendo 17 troféus (12 + 5 da Divisão Especial criada em 2011).

 

Campeões e vices por ano

2003 Chapecó - Blumenau

2004 Videira - Sombrio

2005 Caçador - Chapecó

2006 Chapecó - Caçador

2007 Caçador - Criciúma

2008 edição cancelada

2009 Chapecó - Caçador

2010 Chapecó - Caçador

2011 Jaraguá do Sul - Concórdia

2012 Itajaí - Joaçaba

2013 São Ludgero - Blumenau

2014 Criciúma - São José

2015 Baln.Camboriú - Lages

 

 

Divisão Especial

2011 Chapecó - Criciúma

2012 Chapecó - Criciúma

2013 Brusque - Chapecó

2014 Chapecó - Brusque

2015 Brusque - Chapecó

 

 

Como foi na última edição dos JASC, em 2015:

 

BRUSQUE VENCE O TÍTULO DA DIVISÃO ESPECIAL DO FUTSAL FEMININO

 

Os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) criaram uma grande rivalidade entre as cidades de Brusque e Chapecó no futsal feminino da Divisão Especial. As duas equipes decidiram o título nas últimas três edições. Em 2013 deu Brusque. Em 2014 deu Chapecó. E 2015 marcaria o tira-teima.

 

Melhor para Brusque, que venceu por 2 a 1 e conquistou o seu segundo título da modalidade, iniciada em 2011. Os outros três títulos são justamente da equipe do Oeste.

 

O jogo foi bastante disputado no Ginásio Municipal de Erval Velho. Brusque saiu vencendo por 2 a 0, e como precisava buscar pelo menos o empate, Chapecó utilizou a goleira-linha. A estratégia deu certo e a equipe diminuiu o placar a um minuto do tempo, mas não teve suficiente para buscar o resultado positivo.

 

Assim, com os Jasc, Brusque comemora a sua quinta grande conquista apenas em 2015. Neste ano, a equipe já havia sido campeã da Taça Brasil, da Liga Universitária, do Campeonato Estadual e da Libertadores. Agora, é curtir as férias e pensar em 2016.

 

BALNEÁRIO CAMBORIÚ É OURO NO FUTSAL FEMININO DA 1ª DIVISÃO

 

Foi um jogo movimentado, cheio de oportunidades e belos lances. Não à toa, foi definido apenas na prorrogação. Balneário Camboriú e Lages fizeram uma partida digna de final dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) na tarde desta sexta-feira, no Ginásio Municipal de Erval Velho, pela Primeira Divisão do futsal feminino.

 

Por detalhes, o time do litoral venceu por 3 a 0 no tempo extra e levantou o troféu de campeão. E nos Jasc de 2016, em Tubarão, Balneário Camboriú e Lages estarão na Divisão Especial, a elite do futsal feminino catarinense, ao lado de Brusque, Chapecó, Criciúma e Itajaí.

 

A final desta sexta-feira foi bastante equilibrada, com os dois times atacando bastante mas perdendo muitas chances. A equipe de Lages buscava mais espaço, e faltando cinco minutos para o fim do primeiro tempo, a goleira de Balneário Camboriú operou um milagre e evitou o gol.

 

O segundo tempo foi praticamente igual ao primeiro, com Lages atacando mais. A apenas dois minutos do fim, as lageanas acertaram uma bola na trave e, faltando um minuto, a goleira de Balneário voltou a fazer grande defesa. Assim, o empate em 0 a 0 levou a decisão para a prorrogação.

 

No tempo extra, Lages continuou atacando, mas num contraataque, Balneário Camboriú abriu o placar no fim do primeiro tempo. Com a necessidade de buscar o empate em pouco tempo e contra um time bem defendido, Lages utilizou a goleira-linha, mas a estratégia não deu certo e Balneário Camboriú marcou mais duas vezes do meio da quadra com o gol vazio.

 

Fim de jogo. Balneário Camboriú campeão da Primeira Divisão do futsal feminino nos Jasc, seguido de Lages em segundo, Tubarão em terceiro e Piratuba em quarto.

 

COM APOIO DA TORCIDA, CONCÓRDIA VENCE A DIVISÃO ESPECIAL DO FUTSAL

 

O ginásio 2 da Unoesc ficou lotado na noite desta segunda-feira, 14, para a final da Divisão Especial do Futsal Masculino nos Jogos Abertos de Santa Catarina. Em quadra duas equipes de Liga Nacional, Jaraguá do Sul x Concórdia. Com apoio de muitos torcedores que viajaram 74 quilômetros até Joaçaba, o time do Oeste conseguiu o resultado que precisava para ser campeão. O empate em 1 a 1 garantiu o quinto título de Concórdia no futsal dos Jasc, o primeiro na Divisão Especial (criada em 2010).

 

Já os jaraguaenses perderam a chance de conquistar o oitavo título, mas não por falta de garra. A equipe do Norte do Estado pressionou até o último segundo de jogo. 

 

Porém, nem o goleiro linha foi suficiente para superar a retranca de Concórdia. Durante o duelo Caça anotou o gol de Concórdia aos 16 minutos do primeiro tempo, e Galo empatou aos 12 da etapa final.

 

Como o empate era favorável ao time do Oeste (por ter sofrido menos gols), foi só esperar o apito final para comemorar. A festa foi grande na quadra e nas arquibancadas aos gritos de “é campeão, é campeão!”.

 

Para o jogador Caça, autor do gol do Concórdia, a presença da torcida foi importante para a conquista do título. “Quando soubemos que a torcida estava vido isso nos motivou ainda mais. É uma energia que ajuda dentro da quadra. Esse título é dedicado ao nosso torcedor, com certeza”, explica.

 

Na premiação, além de Concórdia campeão e Jaraguá do Sul vice, o município de Joinville recebeu o troféu de terceiro lugar.

 

XAXIM CONQUISTA TÍTULO INÉDITO NO FUTSAL MASCULINO

 

Uma noite histórica para o futsal de Xaxim. Pela primeira vez, a equipe conquista o troféu da etapa estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). De virada, o time do Oeste venceu Tubarão por 2 a 1. Na disputa pelo terceiro lugar, Joaçaba derrotou Pomerode por 5 a 2. A premiação da modalidade foi entregue nesta quinta-feira (17), no Complexo Esportivo da Unoesc.

 

Para o técnico Rodrigo Ferretti, o título é a recompensa de um ano de muito trabalho e marcado por várias conquistas. “Participamos de sete campeonatos e vencemos cinco. É merecido, o nosso grupo está de parabéns pelo que produziu em 2015”, destaca, acrescentando que o município também foi campeão das fases microrregional e regional dos Jasc.

 

Textos: Pablo Gomes, Antônio Prado, Mayelle Hall

Fotos: Carla Coloniese, Antonio Prado, Mayelle Hall, Maurício Neves (Lages) via http://memoriaesportivadesc.blogspot.com.br/

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!