Associação Blumenau de karate traça metas para temporada 2018
06/02/2018 13:21 em Artes Marciais

 

 

Equipe volta aos treinos de olho no Mundial Sênior e nos Campeonatos Pan-Americanos e Sul-Americanos Sênior e de Base

 

A nova sala de treinos da Associação Blumenau de karate/Ipiranga/Barão/Park Europeu/Promoshirt/Arawaza/FMD Blumenau, com 100 metros quadrado, somando a já existe, dá a dimensão na preparação dos atletas da equipe para a atual temporada.  Com 70 karatecas das categorias Base/Adulto, os treinos reiniciaram na última terça-feira, dia 30 de janeiro, no Clube Ipiranga, com a comissão técnica projetando as metas para 2018, com foco na Seleção Brasileira de karate.

 

Com o ciclo olímpico de Tóquio 2020 na pauta do dia pela Confederação Brasileira de Karate (CBK), a equipe blumenauense espera manter a tradição dos últimos quatro anos – de ter boa representação no Time Brasil – em todas as categorias. Na última temporada, por exemplo, a Associação Blumenau de karate conquistou 17 medalhas na etapa final do Campeonato Brasileiro, teve 13 alunos titulares da Seleção e vários atletas medalhistas em competições internacionais.

 

Em ano de Mundial Sênior, que será disputado entre os dias 05 e 11 de novembro, em Madrid, na Espanha, 2018 será recheado de torneios internacionais para três atletas da equipe (Júlia Krüger, até 50 quilos, Márcia Mafra, até 55 e Maike de Oliveira, até 61 quilos). O trio blumenauense está relacionado pela CBK para a disputa pela liderança do Ranking Especial Sênior, que vai definir os representantes do Brasil por categoria para o Mundial.

 

Júlia entra na lista como atual campeã brasileira da categoria. Márcia, como campeã do primeiro Pré-Olímpico realizado pela CBK e Maike, como segunda colocada no Ranking Nacional de 2017. “Será feito um trabalho diferenciado técnico/tático para as três atletas, com metas traçadas com participações em torneios internacionais, sempre em busca de pódios, o que credencia em mais pontos no Ranking”, detalha Vanderlei de Oliveira, que faz parte da comissão técnica da Seleção Brasileira de Karate.

 

Celeiro de medalhistas

 

A fórmula de trabalho desenvolvida pelo clube nos últimos anos mescla metas traçadas com a participação ativa dos atletas, aliada ao ambiente familiar e a cobrança de resultado de forma coletiva. "Nos últimos quatro anos conseguimos conquistar medalhas em campeonatos Pan-Americano, Sul-Americanos, etapas da Premier League, dentre outros torneios internacionais. É um projeto que nos dá muito orgulho e pretendemos manter esses resultados”, comenta Vanderlei.

 

Se na categoria Adulta a equipe está bem representada, o grupo de Base promete ratificar o trabalho de revelação de novos talentos pela equipe para o karate nacional. E são muitas as realidades, como Vitória Leite, campeã do Pan-Americano, Sul-Americano e dos Jogos Sul-Americanos da Juventude, pela categoria Júnior até 53 quilos; Luisa Klettenberg, campeã Sul-Americana na Sub-14 acima de 45 quilos e Diego Pereira, medalha de bronze no Open de Las Vegas (EUA), na Júnior acima de 47 quilos.

 

Mesmo com os expressivos resultados, todos os atletas vão ter de passar pela prova de fogo da Seletiva Nacional (dividida em duas etapas) – para que possam garantir vagas na Seleção Brasileira para os Campeonatos Pan e Sul-Americanos. “Temos referência em termos de resultados e vamos trabalhar para manter a média de ter em torno de 15 atletas na equipe brasileira”, projeta Vanderlei.

 

 

Fonte: Vanderlei de Oliveira, técnico das Seleções Brasileira e Catarinense de Karate e da FMD Blumenau.

Assessor de Comunicação: Humberto Trindade, e-mail: humbertoesporte@yahoo.com.br

Fotos: 

Ariadne Boing faz parte da categoria de Base - Artur Moser/Divulgação

Márcia (E), Júlia (C) e Andreza fazem parte da categoria Sênior - Artur Moser/Diviulgação

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!