Blumenauense é bicampeã do Pan-Americano de Karate
28/08/2018 15:03 em Artes Marciais

 

 

Vitória Leite, da FMD Blumenau, conquistou a medalha de ouro na categoria Kumitê Júnior até 48 quilos. Brasil sagrou-se bicampeão da competição disputada no Rio de Janeiro

 

O que em 2012, não passava de uma simples curiosidade e brincadeira, se tornou uma rotina séria e apaixonante. Esses são os efeitos que a pratica do karate tem proporcionado para a blumenauense Vitória Leite, 17 anos, da Associação Blumenau de karate/Ipiranga/Barão/Park Europeu/Promoshirt/Arawaza/FMD Blumenau, uma das novas sensações da modalidade a nível nacional. No último sábado, dia 25 de agosto, a atleta conquistou o bicampeonato individual na categoria Kumitê Júnior até 48 quilos do 29º Campeonato Pan-Americano Sub-14, Cadete, Júnior e Sub-21 disputado no Rio de Janeiro. Em maio, Vitória havia conquistado a medalha de bronze do Sul-Americano, em Guayaquil, no Equador.

 

Vitória começou no karate, em 2012, por meio do Projeto da Iniciação Esportiva da Fundação Municipal de Desportos de Blumenau (FMD), no polo do clube de Caça e Tiro Velha Central, por indicação de uma amiga. “Identifiquei-me logo de início, mas levava tudo muito na brincadeira. E desde o início sempre tive o incentivo dos meus pais, que sempre me ajudaram para poder praticar um esporte”, lembra a jovem atleta.

 

Mas ao passar a treinar no Clube Ipiranga, ao lado de atletas de alto rendimento, há três anos, uma nova atleta começar a despertar na então promessa jovem Vitória. Lapidada pelo professor Vanderlei de Oliveira, Vitória começou a ganhar torneios, até que, em 2015, passou fazer parte da Seleção Brasileira de Base da Confederação Brasileira de karate (CBK).

 

Referência

 

“Confesso que no começo, não entendia muito de Seleção. Mas depois de alguns campeonatos, fui conhecendo pessoas importantes dentro da modalidade. Com o tempo, comecei a pensar que um dia seria igual a eles”, diz Vitória, que tem como referência a professora e atleta Maike de Oliveira.

 

Sobre o professor Vanderlei de Oliveira, Vitória se refere como um divisor na sua curta carreira como atleta. “O professor Vanderlei é uma pessoa muito importante nessa minha trajetória. Com ele, mudei meu jeito de lutar e de pensar. Ele me incentiva sempre, tem muita experiência e sempre nos traz coisas novas para que todos da equipe possam melhorar e, principalmente ele nunca desiste do grupo”, elogia a atleta.

 

 

Incentivo

 

Com esse incentivo, Vitória vislumbra com uma possível possibilidade de defender o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2024, em Paris, na França. “Meu sonho é ser campeã olímpica. Acredito que com mais dedicação e persistência estarei lá”, comenta a blumenauense.

 

“A Vitória tem um talento natural, tem muita técnica e persistência. Ela está entre as melhores do país na sua categoria e acredito que tendo a atenção merecida, ela será uma das promessas para a Seleção Brasileira Sênior”, diz o professor Vanderlei.

 

Bicampeonato

 

O Brasil sagrou-se no último sábado, dia 25 de agosto, bicampeão do 29º Campeonato Pan-Americano Sub-14, Cadete, Júnior e Sub-21 disputado no Parque Olímpico – Carioca 1, no Rio de Janeiro. A Confederação Brasileira de karate (CBK) participou do torneio, com 92 atletas e conquistou 36 medalhas, das quais, 12 de ouro, seis de prata e 18 de bronze. O segundo lugar ficar com a Venezuela, com os Estados Unidos, na terceira colocação dentre os 18 países participantes.

 

“O titulo veio de maneira incrível, depois de 03 dias de competição estávamos na quinta colocação no quadro de medalhas. No ultimo dia, sábado, 25 de agosto, entrou a categoria Júnior, que é um grupo com grandes resultados. Vale destacar, que o Brasil foi para a final em oito, foi quando veio a superação de todo o grupo, no que diz respeito à Confederação, comissão técnica e, principalmente aos nossos atletas. Ou seja, o Brasil venceu todas as oito finais as quais disputou, o que possibilitou o nosso bicampeonato”, detalha o técnico.

 

 “O título reforça a posição do Brasil, como referência da modalidade nas Américas. A categoria de base tem mantido uma constante de bons resultados nas competições continentais”, avalia Vanderlei de Oliveira, treinador da Seleção Brasileira de Karate. A equipe blumenauense teve ainda outros cinco atletas na competição: Diego Pereira, Nicole Bauchspiess, Camily Teixeira, Luisa Klettenberg e Gabriela Camargo.

 

Fonte: Vanderlei de Oliveira, treinador da FMD Blumenau, Seleções Brasileira e Catarinense de karate.

Assessor de Comunicação: Humberto Trindade, e-mail: Humbertoesporte@yahoo.com.br

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!