De volta ao top 50, André Sá se prepara para ATPs na Europa e Ásia
13/09/2016 13:46 em Tenis

 

 

André Sá (Phoods/Ferraz, Cicarelli & Passold Advogados/Correios/Asics/Wilson) somou 360 pontos pelas quartas de final do US open, quarto e último Grand Slam do ano, onde perdeu no detalhe para os campeões do torneio, Bruno Soares e Jamie Murray, e deu salto de 19 posições indo ao 49º lugar, de volta ao grupo do top 50.

 

"Estou muito feliz por voltar ao top 50, fizemos uma bela campanha no US Open, escapou por pouco as quartas de final, mas saímos confiantes para os próximos torneios", afirmou o mineiro radicado em Blumenau (SC) desde 2003. Ele embarca na quinta-feira para Metz, na França, para o ATP 250 no piso duro e coberto. Depois ele disputa o ATP 250 de Shenzhen, na China, onde defende o vice-campeonato e o ATP 500 de Pequim, no mesmo país. As competições ele jogará com seu parceiro fixo, o australiano Chris Guccione, com o qual fez a campanha no US Open.

 

SOBRE ANDRÉ SÁ

Sá já foi 17º do mundo nas duplas e fez semifinal em Wimbledon em 2007 com Marcelo Melo. Possui dez títulos de ATP na categoria e já esteve perto do top 50 em simples com quartas em Wimbledon em 2002. Possui 10 títulos em 28 finais na carreira.

 

Muito atuante nos bastidores, Sájá foi membro do Conselho Geral dos Jogadores da ATP que discute e vota sobre mudanças e atualizações para o circuito mundial de tênis em duas oportunidades onde atuou junto com Roger Federer por melhorias para os jogadores.

 

Crédito: David Kenas

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!